Tem início nesta segunda-feira (29), a operação do Hospital de Campanha de Itabuna, que terá 40 leitos exclusivos para o atendimento a pacientes com o diagnóstico de coronavírus (Covid-19), sendo 20 de UTI. A unidade municipal será administrada pela Fundação Fabamed, que atualmente faz a gestão de aproximadamente 500 leitos, sendo 248 dedicados a Covid-19 nas cidades de Salvador, Lauro de Freitas, Barra, Seabra e Simões Filho.

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro, ressalta que o município tem realizado diversos investimentos na área da saúde. “Desde o início do mês implantamos quatro unidades de referência para o atendimento a pacientes suspeitos da Covid-19 e com a abertura do Hospital de Campanha, conseguiremos desafogar a UPA do bairro Monte Cristo e os demais hospitais do município”, afirma o prefeito.

A secretária de Saúde de Itabuna, Lívia Mendes Aguiar, esclarece que “o hospital de campanha atenderá pacientes exclusivamente regulados, o que significa que não realiza atendimentos por demanda espontânea”, pontua a secretária.

Já o presidente da Fundação Fabamed, José Saturnino Rodrigues, destaca que “foi montada uma estrutura moderna e tecnológica e temos uma equipe especializada com um único objetivo: o bem-estar do paciente por meio de cuidados intensivos, com vistas a plena recuperação”, pontua o presidente.

Emprego

Além de ampliar a rede assistencial no município, o Hospital de Campanha gera emprego e renda. Ao todo 160 profissionais atuarão na unidade em diversas atividades, a exemplo de técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, maqueiros, dentre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *